Suzane Von Richtofen dà à luz no interior de SP e coincidência tenebrosa é exposta

Suzane teve o seu filho em um hospital no interior de São Paulo e mais detalhes diante do ocorrido foram expostos. Uma coincidência aconteceu.

Na última sexta-feira, dia 26 de janeiroSuzane Von Richthofen, condenada a 39 anos pela morte dos pais em um crime que chocou o Brasil em 2002, deu à luz ao seu primeiro filho com o médico Felipe Zecchini Muniz.

A criança, chamada Felipe, traz consigo uma curiosa coincidência, considerada no mínimo macabra, relacionada ao passado conturbado de Suzane: a data de seu nascimento será a mesma de Daniel Cravinhos, ex-namorado da assassina e envolvido no planejamento do crime.

Daniel Cravinhos, atualmente com 42 anos, cumpre pena em regime aberto desde 2018, enquanto seu irmão, Cristian Cravinhos, está no regime semiaberto desde março de 2022.

O crime, orquestrado por Suzane, resultou na morte de Manfred e Marísia von Richthofen, pais da assassina, visando a apropriação da herança da família.

A ideia foi dela, mas não me eximo da responsabilidade“, chegou a declarar Daniel Cravinhos, em uma entrevista. O nascimento de Felipe ocorreu no Hospital Albert Sabin, em Atibaia, interior de São Paulo.

A criança, mesmo tendo o mesmo nome do pai, não receberá o sobrenome da mãe.  Essa decisão foi tomada pela família de Felipe Muniz, que teme que o filho seja estigmatizado devido ao notório crime cometido por Suzane.

A peculiaridade do filho de Suzane, compartilhando a mesma data de nascimento com um dos envolvidos no crime, acrescenta um elemento intrigante a uma história já repleta de controvérsias e tragédias

O caso permanece marcado na memória do público brasileiro como um dos crimes mais emblemáticos do país. Suzane Von Richthofen continua cumprindo sua pena.


Publicado

em

por