SC: Motivação do crime que ceifou a vida de casal é exposta e identificação dos suspeitos gera perplexidade na comunidade local

A Polícia Civil elucidou os motivos por trás da morte de um casal residente na cidade de Treze Tílias, localizada na região do Meio-Oeste de Santa Catarina.

As vítimas fatais são Marisa Mergener, uma professora de 42 anos, e seu esposo Reginaldo Tonet, de 41 anos, que atuava como empresário.

O homicídio ocorreu no último dia 1° de janeiro, e dois indivíduos suspeitos, um homem de 53 anos e uma mulher de 35 anos, foram detidos pelos agentes da Polícia Civil na manhã deste domingo (7).

A identificação dos suspeitos chocou a comunidade local, já que ao que tudo indica a irmã de uma das vítimas está diretamente envolvida no duplo homicídio.

De acordo com Gilmar Bonamigo, delegado responsável pelas investigações sobre o caso, os suspeitos, de 53 e 35 anos, planejaram e executaram os assassinatos.

A irmã e o cunhado de Reginaldo foram presos sob a suspeita de cometer o crime Ainda de acordo com Gilmar Bonamigo, o crime foi motivado por uma disputa de herança entre os irmãos.

“A motivação do crime trata-se de divergências e desentendimentos anteriores acerca da herança entre a vítima Reginaldo e sua irmã mais nova, a qual foi presa juntamente com seu companheiro, cunhado das vítimas”, afirmou o delegado.

Na noite em que o casal foi assassinado, os dois suspeitos teriam esperado em emboscada até que Reginaldo e Marisa chegassem. Os dois foram mortos a tiros diante da casa onde residiam.

O empresário teria sido vítima de vários disparos, enquanto a professora morreu a levar um único tiro na cabeça, ela foi encontrada sem vida ao lado de um pinheirinho enfeitado para o Natal.


Publicado

em

por