Rainha de bateria, Paolla Oliveira é criticada pelo seu corpo: ‘Dá pra sentir o peso físico na hora do samba’

A atriz foi alvo de duras críticas por conta de seu peso; internautas disseram que ela precisa emagrecer para o Carnaval.

A atriz Paolla Oliveira, que é rainha da bateria da escola de samba Grande Rio, está se preparando para o desfile de Carnaval de 2024. Muito envolvida e dedicada aos treinos, a atriz deu um show na passarela durante um dos ensaios. Contudo, um vídeo da artista sambando viralizou na web, e ela acabou sendo alvo de comentários depreciativos.

Uma filmagem de um trecho do ensaio em que Paolla Oliveira aparece sambando com uma roupa dourada chamou a atenção dos internautas. Isso porque os seguidores acharam que o corpo da atriz mudou e que ela ganhou alguns quilinhos a mais. Nos comentários da publicação, uma seguidora afirmou estar “preocupada” com a saúde da musa e disse que ela precisa cuidar de seu corpo.

Paolla Oliveira recebe duras críticas por conta de seu corpo

Na ocasião, a mulher chegou a dizer que Paolla não pode naturalizar o ganho de peso e que não é apenas uma questão de estética. “Tem que tomar cuidado para não naturalizar o ganho de peso e esquecer da saúde”, disparou a internauta.

Uma seguidora chegou a dizer que o samba de Paolla está pesado, apontando que o ganho de peso está prejudicando a performance da atriz na passarela. Outros internautas ainda disseram que a atriz precisa fazer uma dieta para o Carnaval. “Dá para sentir o peso físico na hora do samba. Pesada”, disse a seguidora.

Paolla Oliveira faz desabafo reflexivo após ser criticada pelo seu peso

Após a polêmica envolvendo seu peso, a atriz Paolla Oliveira utilizou suas redes sociais para falar sobre a pressão das pessoas em impor um padrão de corpo “perfeito”. Ela afirmou que as mulheres não conseguem aceitar seus próprios corpos devido às inseguranças provocadas por uma sociedade que “odeia as mulheres”. Disse ainda que espera que as pessoas entendam que é necessário mudar esse olhar e cuidar das novas gerações para que elas não passem por isso.


Publicado

em

por