Diagnosticada com problema sério, Simone precisou tirar o útero e detalhes são expostos

Condição foi confirmada após parto da segunda filha.

A cantora sertaneja Simone Mendes fez revelações inéditas sobre um problema de saúde que a acometeu. Durante uma conversa para o canal do colunista Leo Dias, a artista revelou que não tem mais útero, pois a retirada precisou ser realizada por conta da doença.

Simone, ex-parceira de palco da irmã Simaria, contou que começou a sangrar de forma continua depois do nascimento de Zaya, sua segunda filha com o empresário Kaká Diniz.

Segundo a artista, o sangramento durou cerca de três meses, o que fez com que ela decidisse investigar a causa. Ao passar por um médico, Simone recebeu o diagnóstico de adenominose, uma condição que afeta a parede do útero.

A cantora chegou a começar um tratamento para tentar resolver o problema, mas as medicações não fizeram o efeito esperado e ela continuo sofrendo com os sintomas.

Foi então que veio a decisão de remover o útero a fim de evitar possíveis complicações. No bate-papo com Leo Dias, Simone contou que fez de tudo para não precisar ser operada, mas durante uma conversa com o médico, chega a conclusão de que seria o melhor.

“Fiz tudo que podia ser feito para não precisar de cirurgia, até que o médico falou: ‘Simone, se você continuar perdendo sangue da forma como você tá, se vier uma anemia, por conta da perca excessiva de sangue, vai ficar muito difícil para a gente operar’. Falei: ‘Pode tirar o meu útero’”, relatou.


Publicado

em

por