Buscas por bebê de 1 ano terminam de maneira trágica; detalhes são expostos pelas autoridades

As buscas por um garotinho de apenas um ano e seis meses terminaram de maneira trágica nesta quarta-feira (10). Infelizmente, uma família está vivendo a dor luto pela perda de um ente querido que partiu de maneira precoce, gerando uma enorme comoção na comunidade local.

Os socorristas do Corpo de Bombeiros de Goiás encontraram o cadáver de Miguel Assis Lopes, que estava desaparecido no Rio Verdão, em um trecho que corta o município de Tuverlândia, localizada na região sul do estado goiano, no último dia 8 de segunda-feira.

O cadáver do pequeno Miguel Assis foi localizado aproximadamente a 15 quilômetros do ponto onde inicialmente desaparecera nas águas, conforme relato dos socorristas do Corpo de Bombeiros.

Miguel, ao se distanciar dos pais à beira do rio, teria se afogado após mergulhar na água, conforme as informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros. A criança submergiu, e seus pais não conseguiram resgatá-lo.

O comandante da 3ª CIBM (Companhia Independente Bombeiro Militar) de Santa Helena de Goiás, Capitão Edson, lamentou a morte por afogamento, afirmando: “Fizemos todo o possível para encontrar essa criança, que infelizmente acabou falecendo, em decorrência desse afogamento”.

O rio onde a tragédia ocorreu possui três metros de profundidade e 100 metros de largura. A operação de busca mobilizou 11 militares, quatro mergulhadores que trabalharam incansavelmente por mais de 48 horas até localizar o corpo de Miguel. Drones também foram utilizados na busca do garotinho.

Os genitores de Miguel foram os responsáveis pelo reconhecimento do corpo do filho que foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) após ser retirado do rio. Não há informações sobre o velório e sepultamento do bebê.


Publicado

em

por